Academia

R. Paris, 151
It. Norte - Blumenau

Natação

R. 4 de Fevereiro, 327
It. Norte - Blumenau

Hidroginástica

R. 4 de fevereiro, 327
It. Norte - Blumenau

Entenda a dor muscular pós-treino

Você acorda animado e decide que finalmente é o dia de ir para a academia e treinar para valer. Firme e determinado, você espera o final do dia, realmente comparece ao treinamento e faz os exercícios. Entretanto, na manhã seguinte, quando você já está em sua casa, começa a sentir incômodas e desagradáveis dores musculares pós treino.

Então, por conta das dores, resolve esperar mais uns dias para retomar o treino. Quando retorna de novo, a situação se repete: ao levantar da cama no dia seguinte, as dores musculares pós treino também voltam a marcam presença.

Mas por que será que essas dores musculares pós treino surgem? E como eliminar o problema, tratando e prevenindo que ele apareça?

Toda pessoa que não está acostumada a se exercitar vai sentir alguma dor muscular após o treino, uma vez que a musculatura não está adaptada aquele esforço. O incômodo pode ser sentido também toda vez que houver uma variação no tipo ou intensidade do exercício. Porém, existem três tipos de dores: a que se sente logo após a atividade, aquela outra que se manifesta entre o primeiro e o segundo dia depois do treino, e, ainda, a dor em decorrência de uma lesão.

As causas das dores musculares pós treino

A dor é um efeito natural resultante da prática dos exercícios e geralmente significa que os músculos estão obtendo benefícios de todo o esforço realizado na academia. As dores musculares pós treino aparecem especialmente para pessoas que são iniciantes na malhação ou estão experimentando um novo tipo de treinamento. É um sinal que o músculo não está acostumado com determinada carga naquele movimento. E isso acontece com qualquer esporte ou atividade que requer esforço muscular.

A dor muscular que surge na manhã seguinte ao treino é chamada de dor muscular de início tardio (DMIT) e é descrita como um efeito natural decorrente do processo de reconstrução muscular.

O que acontece são rasgos microscópicos nos tecidos musculares como resultado do movimento excêntrico do exercício, que ocorre quando o músculo é alongado.

A justificativa para tal efeito é que durante a realização do movimento excêntrico há uma carga maior sobre os músculos. Além das dores, o DMIT pode trazer sinais como redução da força muscular, sensibilidade ao toque, enrijecimento das articulações, diminuição da amplitude de movimento e inchaço local.

Os sintomas costumam aparecer entre 12 a 24 horas após a realização do exercício, geralmente sofrem picos entre 24 a 72 horas após o treinamento e começam a desaparecer entre três a cinco dias.

Entretanto, conforme o praticante continua a se exercitar na mesma intensidade e o corpo vai se adaptando e criando tolerância aos estímulos, o DMIT e seus efeitos tornam-se menos frequentes.

A questão da genética

Existe outro aspecto que pode influenciar como uma pessoa é afetada pelas dores do DMIT: o fator genético. Cada pessoa pode ter resposta zero, baixa resposta ou alta resposta em relação às dores musculares pós treino.

Quem tem alta resposta sofre com um DMIT mais forte do que aquelas que apresenta baixa resposta ou resposta zero mesmo em frente à mesma carga de exercícios.

Como eliminar as dores musculares pós treino

1) Descanso apropriado

A receita considerada a melhor para acabar com as dores musculares pós treino é dar ao corpo o descanso que ele merece. Isso significa deixar que ele se recupere antes de fazer a próxima sessão de exercícios.

2) Alimentos que ajudam

Aumentar a ingestão de proteínas também pode trazer benefícios, já que elas são fundamentais no processo de reconstrução e recrescimento das fibras musculares.

3) Massagem

A massagem esportiva como uma forma de diminuir os efeitos do DMIT. A técnica move o fluido e o sangue no corpo, o que pode ajudar a melhorar o processo de cura dos pequenos traumas sofridos pelos músculos.

4) Gelo

A aplicação de gelo também pode ser adotada para acabar com as dores musculares depois do treino. 

5) Atividades de recuperação

Depois dos dois primeiros dias após o treino, as chamadas atividades de recuperação também podem ser realizadas para ajudar a aliviar as dores. 

6) E os remédios?

Por outro lado, o uso de remédios pode não ser tão vantajoso assim. Analgésicos como paracetamol (acetaminofeno) podem não ser efetivos para aliviar as dores musculares pós treino.