Academia

R. Paris, 151
It. Norte - Blumenau

Natação

R. 4 de Fevereiro, 327
It. Norte - Blumenau

Hidroginástica

R. 4 de fevereiro, 327
It. Norte - Blumenau

Obesidade Infantil e atividade física : como ajudar seu filho?

A obesidade infantil é assunto de saúde pública no mundo e precisamos discutir esse assunto tão sério.

Crianças obesas estão expostas a estigmas de peso e podem ser vulneráveis a efeitos psicológicos, como depressão, e efeitos sociais, como o isolamento.

A obesidade infantil  pode trazer também outras consequências da obesidade para as crianças, entre as quais: apneia obstrutiva do sono, problemas ortopédicos, diabetes do tipo 2 e doenças cardiovasculares.

Os pilares fundamentais no tratamento da obesidade infantil são as modificações no comportamento e nos hábitos de vida (tanto da criança como se possível, da família), que incluem mudanças nos planos alimentar e atividade física.

Toda a família deve estar envolvida. Pais e mães fazem coisas incríveis no dia a dia por seus filhos. Mesmo cansados, às vezes até exaustos, são capazes de tudo por eles.

O amor pode ajudar a vencer a Obesidade Infantil. Os pais precisam estar mais próximos dos seus filhos, ajudando, brincando, fazendo novas receitas e educando.

Os pais exercem uma forte influência sobre a ingestão de alimentos pelas crianças. Entretanto, quanto mais os pais insistem no consumo de certos alimentos, menor a probabilidade de que elas os consumam.

A criança e o adolescente tendem a ficar obesos quando sedentários.

Hábitos sedentários, como assistir televisão e jogar video game, contribuem para uma diminuição do gasto calórico diário.

Além do gasto metabólico de atividades diárias, o metabolismo de repouso também pode influenciar a ocorrência de obesidade.

O exercício é considerado uma categoria de atividade física planejada, estruturada e repetitiva. A atividade física, mesmo que espontânea, é importante na composição corporal, porque  aumenta a massa óssea, e previne a osteoporose e a obesidade.

O aumento da atividade física é uma meta a ser seguida, acompanhada da diminuição da ingestão alimentar. Geralmente a criança obesa é pouco hábil no esporte.

A criança precisa encontrar  a atividade física que mais lhe dá prazer, esta atividade  não precisa ser competitiva. Muitas crianças se sentem melhor em aulas como natação e judô, por exemplo, do que em esportes de quadra.